História da Raça ...

SPITZ JAPONÊS

Origem e história da raça

O Spitz Japonês, também chamando de Spitz Japonês Anão, é uma raça de cachorro que data do início do século XX, por volta de 1920. Essa data, assim como a grande maioria das informações acerca de sua origem, é incerta. Não há um consenso sobre as raízes destes cachorros, devido à sua similaridade com um grande número de raças que poderiam perfeitamente bem ser as originárias de sua criação. Dessa forma, muitos acreditam que o Spitz Japonês é aparentado do Alemão, que também é conhecido como Lulu da Pomerânia. Outros, entretanto, afirmam categoricamente que eles eram em algum momento Samoiedas, um cão originário da Rússia, trazido às terras nipônicas via Sibéria. Além dessas possibilidades, há registros de que foram utilizados cães dos esquimós americanos na criação dessa raça.

A incerteza de sua origem chega até mesmo a causar algumas dificuldades quanto ao seu registro. O que é certo é a sua finalidade. Ainda que tenha alguns traços de cães guardiões ou caçadores, o Spitz Japonês é claramente um cão de companhia. Marca todas as características necessárias: tamanho, aparência delicada e temperamento amigável. Dessa forma, desde a sua origem o Spitz Japonês é procurado majoritariamente para ficar junto ao dono no sofá. Algumas das informações, entretanto, têm um maior consenso entre os descritores desta raça. A primeira exibição de um Spitz Japonês ocorreu em Tóquio, no ano de 1921. Nos anos subsequentes, mais precisamente entre 1925 e 1936 iniciaram exportações para vários países, indo da Inglaterra à Austrália, passando pela Suécia e Índia. Após a Segunda Guerra Mundial, o Japão reconheceu oficialmente a raça em seus registros. Após isso, um número de canis passou a reconhecer o Spitz Japonês em seus livros. Em 1977, a autoridade mais respeitada quanto a raças de cães no Reino Unido reconheceu o Spitz Japonês oficialmente, listando-o como um “cão de utilidade”. Subsequentemente a Austrália, o Canadá e a Nova Zelândia catalogaram-no na categoria de “cães não esportivos”. Não há registros claros sobre a vinda da raça para o Brasil. Assim como um grande número de outras coisas, raças de cachorro também demoram mais para aparecerem por estas bandas. Dessa forma, provavelmente o Spitz Japonês iniciou a aparecer por estas bandas há menos tempo do que na Europa ou Estados Unidos.

Temperamento do Spitz Japonês

O Spitz Japonês é um cachorro muito ativo, com estoques generosos de energia. Tal energia geralmente é usada em brincadeiras dentro de casa, com os donos, ou menos seguindo-os pelos corredores. Tais características são comuns a um grande número de cães de companhia, e o Spitz Japonês não é exceção. Além de não diferenciar de seus parentes criados para companhia, esta raça é um dos melhores exemplares para tal finalidade. Dessa forma, em muitos lugares ganha a alcunha de “cachorro de madame”, por estar sempre perto do dono e pronto para receber carinhos. Ainda que tenha alguma conotação negativa, tal alcunha exalta uma de suas melhores características: seu companheirismo exemplar.

Muitas vezes os cães desta raça são procurados quando há crianças em casa. Além de seu tamanho diminuto, dificilmente ele é agressivo (principalmente com as pessoas da família), e é particularmente gentil com as crianças. O Spitz Japonês tem uma série de características desejáveis quando se trata de crianças. Além do mencionado, eles são cães bastante atentos a qualquer coisa que ocorra fora da rotina. Logo, caso perceba algum perigo ou alguma emergência, prontamente irá latir para avisar que algo está errado. Seus traços protetores levam o Spitz Japonês a adotar uma atitude de “nariz empinado” por vezes. Alguns cães desta raça acabam por se acharem donos da casa, ficando destrutivos e intolerantes com as visitas. Tais traços podem ser evitados através de uma criação cuidadosa, mas abordaremos isto nos próximos tópicos. Além deste traço protetor, o Spitz Japonês é bastante corajoso. Para tanto, somando essas características, encontramos aí uma raça que não tem nenhum traço tímido, como sua aparência poderia denotar.

Como cuidar de um Spitz Japonês

Exercite-o diariamente, assim como todo cachorro. Essa é uma raça ativa, precisa gastar sua energia todos os dias. Ele deve ser escovado regularmente para não ter nós no pelo.

Veja nossos Filhotes Disponíveis...

Efetue já sua reserva!
Mais Informações..
1
Podemos Ajudar?
Olá ...
Podemos ajudar ???
Powered by